Posts

Brasão_Araripe_CE

Ecocidades Ararípe recebe destaque na mídia Cearense

Reciclar faz a diferença quando nós queremos preservar o meio ambiente e o projeto Ecocidades, que surgiu em janeiro de 2012 e percorre várias cidades cearenses. Até agora, nove municípios foram escolhidos estrategicamente. Ressaltando a importância da reciclagem, o município de Araripe - Ceará, recebeu o projeto Ecocidades, que leva consciêntização de como se deve preservar o meio ambiente e reaproveitar o que é jogado nele. Por conta da necessidade de serem municípios que necessitam de um chamamento, de um momento de reflexão quanto a questão do meio ambiente. Por isso, chamamos estas cidades de Municípios Estratégicos. No caso do Araripe-CE, onde estamos realizando o nono encontro do Estado do Ceará, ainda não tem um aterro sanitário. O lixão ainda existe como ainda existe nas maiorias das cidades e a necessidade da atenção para um momento de reflexão referente ao destino correto dos resíduos sólidos produzidos pelos habitantes do município. Foram distribuidas, aproximadamente, 800 mudas de Pau-Brasil e Sábia, todas foram distribuidas gratuitamente para a população. Além de porta incenso, cestos de lixo confeccionados com garrafas PETs e Bolsa produzidas a partir de banners doados pela Cagece - Jericoacoara. A oficina de garrafas PET produziu bolsas, cordas, redes de proteção, cestos, balanços utilizados em parques e porta-plantas. Um dos protagonistas do evento foi a máquina de tecer corda, desenvolvida em Juazeiro do Norte e adaptada exclusivamente para tecer fios de garrafas PET para a fabricação de cordas. Já a oficina de Reciclagem de Papel, ensinou a jovens e adultos como se recicla o papel. Por meio de etapas como corte, trituração, modelagem e secagem os participantes viram como é fácil ser sustentável e ainda gerar renda com o papel reciclado. O intrutor da oficina de reciclagem, Lucenildo Lima, relata que os tipos de papeis que podem ser reaproveitados, tais como jornais, revistas, cadernos e aparas. Já os papeis fotográficos, papel carbono e higiênicos, estes não podem ser reciclados. Um dos participantes da Oficina de Reciclagem de Papel, o Professor João Santos, diz "nunca tive a oportunidade de participar de uma oficina como esta. Porque aqui mostra todo o processo de como é a reciclagem de papel do ínicio ao fim. Agora eu vou ter a grande chance de repassar para outras pessoas que não tiveram a oportunidade de estarem aqui, participando desta oficina. Começando pelos meus alunos de sala de aula". Completa João Santos.